2016-11-06

COMO CALCULAR O CUSTO DE UM SITE



Um site com custo mais barato terá menos conteúdo e menos recursos, enquanto um site mais caro terá muitas características de design adicionais e funcionalidades.
Vou falar aqui de preço (aproximado) de um site ou blog para você criar sozinho(a) ou depender o mínimo possível de terceiros.

Todos os preços que mostro aqui, são uma média que tirei depois de uma pequena pesquisa. Você pode, e deve, fazer uma pesquisa mais extensa para pesquisar melhores valores.

Muitos fatores envolvem a criação de um site:
  • tipo de site ( blog, pessoal, empresarial, etc) ,
  • template gratuito ou exclusivo (layout),
  • domínio próprio (isso é o mínimo né?)
  • hospedagem (compartilhada/dedicada),
  • produção de conteúdo (próprio ou tercerizado);

+Tipos de sites

Vamos imaginar alguns cenários para calcular quanto custa ter um site ou blog.

1º Exemplo:
  • Domínio + hospedagem + layout (template)
  • Domínio .com.br : R$ 40,00 ao ano (média)
  • Hospedagem: gratuita (Google)  
  • Template: gratuito (layout)
  • Produção de conteúdo: por conta própria
  • Total: R$ 40,00 no primeiro mês e mais nada durante os próximos onze meses
  • Esse é um exemplo de um blog (Blogger).


2º Exemplo:
  • Domínio + hospedagem + layout (template)
  • Domínio .com.br: R$ 40,00 ao ano
  • Hospedagem compartilhada: R$ 10,00 por mês(cobrado anualmente)
  • Template: gratuito (layout)
  • Produção de conteúdo: por conta própria
  • Total: R$ 140,00 no primeiro mês e mais nada durante os próximos onze meses
  • Este é um exemplo de um blog (Wordpress.com) com hospedagem limitada de 3 GB de armazenamento.


3º Exemplo:
  • Domínio + hospedagem + layout (template) pago
  • Domínio .com.br: R$ 40,00 ao ano
  • Hospedagem compartilhada: R$ 20,00 por mês (média)
  • Layout: a partir de R$ 20,00 (template pago, baixado da internet)
  • Produção de conteúdo: próprio
  • Total: R$ 80,00 no primeiro mês e R$ 20,00 nos seguintes
  • Este é um exemplo de um site pequeno, com 50 GB de armazenamento

4º Exemplo
  • Domínio + hospedagem + layout (template) gratuito
  • Domínio .com.br: R$ 40,00 ao ano
  • Hospedagem : a partir de R$ 160,00 por ano (média)
  • Layout: gratuito
  • Produção de conteúdo: próprio
  • Total: R$ 200,00 no primeiro mês e mais nada nos próximos onze meses
  • Este é um exemplo de um site criado com Wordpress.org com armazenamento de 100 GB

+9 formas de ganhar dinheiro com seu blog

5º Exemplo
  • Domínio + hospedagem + layout (template) exclusivo
  • Domínio .com.br: R$ 40,00 ao ano
  • Hospedagem dedicada: a partir de R$ 250,00 por mês (média)
  • Layout:  a partir de R$ 500,00 (média) template desenvolvido por uma agência ou designer
  • Produção de conteúdo: tercerizado (Aqui o valor é relativo, pois tem muita variação de preço) R$ 100,00 por mês (média)
  • Total: R$ 890,00 no primeiro mês e R$ 350,00 nos seguintes
  • Este é um exemplo de um site médio, com armazenamento ilimitado


6º Exemplo
  • Domínio + Servidor Dedicado + e-commerce
  • Domínio .com.br R$ 40,00 ao ano
  • Servidor Dedicado: a partir de R$ 450,00 por mês
  • Layout Responsivo: a partir de $80 – com o dólar a + ou - R$ 3,50 temos o preço final de R$ 280,00
  • Produção de conteúdo terceirizado + extras: a partir de R$ 500 nos primeiros meses
  • Total: investimento inicial a partir de R$ 1.270,00 no primeiro mês e R$ 950 nos demais

Poderia colocar vários exemplos a mais, mas com estes creio que já dá para ter uma ideia de quanto você vai gastar. Põe aqui, tira dalí e você consegue ter uma boa base do custo de um site ou blog.

2016-10-26

COMO COLOCAR UM FAVICON NO BLOGGER


Favicon é uma pequena imagem (ícone) que aparece na aba do navegador, ao lado do título da página do seu blog/site.

É bastante usada e indicada para reforçar a identidade do blog, fazendo com que os seus leitores associem suas páginas à uma marca, como a do próprio Blogger por exemplo.

Grandes marcas tem seus próprios ícones, que toda vez que os vemos, imediatamente fazemos a associação.



Veja agora como fazer e colocar essa pequena imagem no seu blog para que ela apareça na aba de navegação:

1- Crie a imagem que quer usar como Favicon. Tem que ser uma imagem pequena, quadrada com dimensões de, no máximo, 32 pixels.
Você pode usar um gerador online, ou criar a sua própria imagem usando um editor de sua preferência, como o Logomaker, por exemplo.

Não coloque muitos detalhes, pois não vão aparecer, e de preferência, faça com fundo transparente.

2- Com a imagem criada, acesse o painel do seu blog e clique na aba 'Layout', 'Favicon' e 'Editar', como mostra a figura abaixo:

3- Carregue a imagem (favicon) e salve. Prontinho.
Visualize seu blog, a imagem estará lá.

4- Se não aparecer, limpe o cache do navegador (histórico de navegação).
Os navegadores guardam informações sobre os sites visitados para agilizar o carregamento das páginas, e isso pode impedir que seu Favicon seja visualizado.


Mais alguns geradores de Favicon online:

Pixel Icon
Favicon.cc
Online Icon Maker

2016-10-23

ERRO PUBLISHER


corrigir erro publisher
A maioria dos erros que aparecem quando você usa a Ferramenta de Testes de Dados Estruturados podem ser corrigidos através de consulta ao Schema.

O problema é que geralmente a solução não é facilmente entendida, para saber do que estou falando, dê uma olha no schema.org e veja se consegue entender como solucionar os problemas, especificamente este.

A solução de erros que eu dei nesta série, foi testada e re testada várias vezes, e colocada em uma linguagem simples para que você consiga entender.
Assim mesmo, às vezes não é possível corrigir o erro; seja por causa do template, seja por copiar ou colar o código erroneamente, seja por não entender html.

E às vezes, por não entender nada mesmo!
Talvez você esteja corrigindo os erros de Dados Estruturados e nem saiba para que eles servem.

Alguns erros nem são necessários corrigir, outros, nem o próprio Google (ou Shema) dão claramente  solução.

Neste artigo vou explicar como corrigir o erro Publisher no template do Blogger. Publisher quer dizer Editor.

Procure por este código no template:



Logo abaixo dele, cole este código:


ERRO DO EDITOR DIZ RESPEITO AO LOGOTIPO/IMAGEM NÃO AUTOR OU ADMINISTRADOR.
Personalização:
  1. Substitua URL DO LOGO AQUI com o URL do logotipo/imagem do seu blog;
  2. Altere a largura e altura (width/height) 600 com o tamanho do seu logotipo;
  3. Para conseguir o URL do logotipo/imagem, basta abri-la no navegador, clicar com o botão esquerdo e copiar endereço da imagem;


4. Se você não usa uma imagem como logotipo no seu blog, pegue uma imagem qualquer, de um post (que esteja publicado) e copie o URL.
5. Salve o template e refaça o teste na Feramenta de Dados Estruturados.

Veja também como corrigir o erro Image, headline e datePublished

Colocar 'NOME NOME NOME' no Facebook


Tem muita gente desesperada no Facebook, ou sem poder usá-lo por um bom tempo.
O motivo é meme de internet. Uma página publicou um post que ensinava como fazer para aparecer somente um nome no perfil do Facebook.

É claro que muitas pessoas cairam nessa e resolveram experimentar.
O resultado: Todos ficaram com três nomes iguais no perfil da rede social.

O processo envolvia o seguinte: "mude o seu idioma para francês/ entre nas configurações gerais e coloque o seu primeiro nome nas 3 caixas: de nome, nome do meio e sobrenome". Aí era só salvar as configurações e aproveitar.
Só que a grande verdade é que isso era uma grande zoeira.



Em vez de "Nandir Silva Oliveira" (me desculpe quem tem esses nomes, é só um exemplo básico tá?) , muitos passaram a ser "Nandir Nandir Nandir.

Algumas pessoas levaram a brincadeira numa boa, mas a grande maioria não gostou. Tanto que, depois de muitas denúncias, a tal página foi tirada do ar e muitas pessoas excluíram temporariamente seu perfil, pois não querem ser zuados por terem caído nesse golpe, gol, golpe.

A demora é longa. O Facebook  só permite que você mude o nome a cada 60 dias.
Então, para essas pessoas só há duas opções: Ou ficar aparecendo o Nome Nome Nome ou esperar, esperar, esperar!

2016-09-24

INTEGRAÇÃO DO WHATSAPP COM O FACEBOOK


Termina neste sábado (24/09) o prazo para desativar a integração do aplicativo Whatsapp com o Facebook.

Conforme os novos termos do aplicativo, quem não realizar o procedimento até esta data, automaticamente aceitará a integração e não poderá voltar atrás.

Entenda o caso:

O WhatsApp anunciou no dia 25/08 uma mudança na forma como lidará com os dados dos usuários, com o objetivo de compartilhar informações com o Facebook e para isso estaria atualizando os termos de serviço do aplicativo.

A justificativa foi que a mudança irá melhorar as experiências com anúncios e produtos no Facebook. No novo texto da política de uso, a companhia afirma que a medida ajudará a “combater spam entre os aplicativos, dar sugestões sobre o produto, mostrar anúncios relevantes”. 

O documento assegura ainda que “o Facebook não usará suas mensagens do WhatsApp por qualquer motivo que não seja nos auxiliar na operação e na execução dos Serviços”.


A lógica é a seguinte: ao trocar mensagens com uma loja pelo WhatsApp, a possibilidade de ver uma propaganda desta loja no Facebook aumenta. Além da rede social, o compartilhamento dos dados também poderá valer para outros aplicativos mantidos pelo Facebook, como o Instagram e o MSQRD.

O objetivo disso tudo é muito claro: gerar mais receita para o Facebook (tadinho, ele é muito pobre).

Desconfiança dos usuários

Em uma pesquisa  publicada pelo Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec), divulgada na quinta-feira (22),  muitos usuários do WhatsApp manifestaram insatisfação com a nova política de uso do mensageiro, que compartilhará seus dados com o Facebook a partir do próximo dia 25 de setembro.

Em uma enquete online com 2.463 pessoas, entre os dias 8 e 21 de setembro,  63,5% acreditam que os termos de uso do WhatsApp são injustos, pois, inicialmente, alegavam "proteger a privacidade" e não há a opção de escolher quais dados serão compartilhados com o Facebook.

Se você não quer que  suas informações do WhatsApp sejam compartilhadas no Facebook, pode desativar a integração até o dia 24 de setembro.

Se você optar por não fazer o compartilhamento de dados, não poderá reverter essa decisão depois.
Para usuários que criaram sua conta após 25 de agosto não há opção para impedir a troca de informações.
COMO DESATIVAR O COMPARTILHAMENTO DE DADOS
Abra o WhatsApp  toque nos três pontinhos para abrir o menu principal. Selecione “Configurações”.



Na tela de configurações, entre em “Conta”. Note que a opção “Compart. dados da conta” está marcada. Dê um toque na caixa de seleção para desmarcá-la.



Será aberta uma caixa de mensagem perguntando se você não deseja utilizar os dados da conta do WhatsApp no Facebook. Toque em “Não compartilhar” para confirmar a desativação.




Por fim, o WhatsApp exibirá uma mensagem informando que os dados da conta não serão usados pelo Facebook.

Compartilhamento de dados é controverso


Além de desagradar grande parte dos usuários, a mudança nos termos de uso suscitou dúvidas em relação à transparência do WhatsApp.
Isso porque diversas pessoas relataram ser comum conversar com alguém no mensageiro e logo em seguida o contato aparecer como sugestão no Facebook.
Isto pode ser um indício de que o compartilhamento de dados já está ocorrendo mesmo antes do prazo dado pela empresa, o que gera incerteza sobre se a escolha de desativar a integração será respeitada.

Vamos aguardar o próximo capítulo!

2016-08-28

O QUE É DNS?


que é dns Sabia que você poderia ser conectado a facebook.com e veja facebookcom na barra de endereços do seu navegador - enquanto na verdade não está conectado ao site verdadeiro do Facebook?

Para entender o porquê, você precisa saber um pouco sobre DNS. DNS está na base da rede mundial de computadores que usamos todos os dias.

Ele funciona de forma transparente em segundo plano, convertendo nomes de sites legíveis em endereços IP numéricos legíveis por computador.

DNS significa "sistema de nome de domínio." Os nomes de domínio são os endereços de sites legíveis que usamos todos os dias.

Por exemplo, o nome de domínio do Google é google.com. Se você quiser visitar o Google, você só precisa digitar o nome de domínio na barra de endereços do seu navegador web.

No entanto, o seu computador não entende onde é "google.com".
Nos bastidores, a Internet e outras redes utilizam endereços IP numéricos ( "Internet Protocol"). O Google está localizado no endereço de IP 173.194.73.147 na Internet. Se você digitar este número na barra de endereços do seu navegador, você vai para o site do Google.

Usamos o nome de domínio em vez de 173.194.73.147 porque endereços como google.com são mais significativos e mais fácil para se lembrar. 
Servidores DNS
Quando você digita um domínio na barra de endereços do seu navegador, o seu computador contacta o servidor DNS atual e pergunta o endereço IP associado a esse domínio.
O computador se conecta ao endereço IP e exibe a página inicial do Google no seu navegador web - a conexão com 173.194.73.147 acontece nos bastidores.

Os servidores DNS que você usa são provavelmente fornecido pelo provedor de serviços de Internet ( "ISP"). Se você está atrás de um roteador, o computador provavelmente  utiliza o roteador como servidor de DNS, mas o roteador é que encaminha solicitações para servidores DNS do seu provedor de serviços de Internet.

Assim que o computador tenha determinado o endereço IP associado a um nome de domínio, ele vai lembrar que, para um período de tempo - isto melhora a velocidade de conexão, ignorando a fase de solicitação de DNS. O computador só precisa se conectar ao Google, não o seu servidor DNS e, em seguida Google.
Preocupações com segurança
Alguns vírus e outros programas maliciosos podem alterar o servidor DNS padrão para um servidor DNS administrado por uma organização maliciosa ou scammer*. Este servidor DNS malicioso pode apontar sites populares para diferentes endereços IP, que podem ser executados por golpistas.
Nota: Em informática, Scammer é o responsável pelo ação de enviar / desenvolver Scams ou, como também são conhecidos, Phishing Scams. Diferentemente do SPAM, o SCAM vem com ideal de obter informações pessoais da vítima enquanto o SPAM em geral anuncia / tenta vender algo.
Por exemplo, quando você se digita facebook(.)com na barra de endereços, o servidor de DNS irá responder com o endereço IP real de servidores do Facebook.

No entanto, se o seu computador ou rede está apontado para um servidor DNS malicioso criado por um scammer, o servidor DNS malicioso poderia responder com um endereço de IP completamente diferente.

Desta forma, é possível que você poderia ver facebook(.)com na barra de endereços do seu navegador, mas você pode realmente não estar no Facebook real. Nos bastidores, o servidor DNS malicioso aponta você para um IP diferente.
Para evitar esse problema, garanta que você está executando um software antivírus. 

Você também deve prestar atenção para as mensagens de erro de certificado em sites criptografados (HTTPS). Por exemplo, se você tentar se conectar ao site do seu banco e ver uma mensagem de "Certificado inválido", isso pode ser um sinal de que você está usando um servidor DNS malicioso que está apontando para um site falso, que só está fingindo ser o seu banco.
Malware pode também usar arquivo hosts do seu computador para substituir o servidor de DNS e apontar determinados nomes de domínio (sites) em outros endereços IP.

Resumindo DNS: O processo começa quando você pede ao seu computador para resolve um nome de host, como visitar http://tutorialparacriarsites.com.br
Se o seu computador ainda não sabe a resposta, ele precisa realizar uma consulta DNS para descobrir.
Armado com a resposta, o servidor recursivo retorna o registro para o seu computador. O computador armazena o registro em seu cache, lê o endereço IP a partir do registro, em seguida, passa essas informações para seu browser. O navegador, em seguida, abre uma conexão com o servidor e recebe o website.

Todo esse processo, do início ao fim, leva apenas milissegundos para ser concluído.