2016-09-24

INTEGRAÇÃO DO WHATSAPP COM O FACEBOOK


Termina neste sábado (24/09) o prazo para desativar a integração do aplicativo Whatsapp com o Facebook.

Conforme os novos termos do aplicativo, quem não realizar o procedimento até esta data, automaticamente aceitará a integração e não poderá voltar atrás.


Entenda o caso:

O WhatsApp anunciou no dia 25/08 uma mudança na forma como lidará com os dados dos usuários, com o objetivo de compartilhar informações com o Facebook e para isso estaria atualizando os termos de serviço do aplicativo.

A justificativa foi que a mudança irá melhorar as experiências com anúncios e produtos no Facebook. No novo texto da política de uso, a companhia afirma que a medida ajudará a “combater spam entre os aplicativos, dar sugestões sobre o produto, mostrar anúncios relevantes”. 

O documento assegura ainda que “o Facebook não usará suas mensagens do WhatsApp por qualquer motivo que não seja nos auxiliar na operação e na execução dos Serviços”.


A lógica é a seguinte: ao trocar mensagens com uma loja pelo WhatsApp, a possibilidade de ver uma propaganda desta loja no Facebook aumenta. Além da rede social, o compartilhamento dos dados também poderá valer para outros aplicativos mantidos pelo Facebook, como o Instagram e o MSQRD.

O objetivo disso tudo é muito claro: gerar mais receita para o Facebook (tadinho, ele é muito pobre).

Desconfiança dos usuários

Em uma pesquisa  publicada pelo Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec), divulgada na quinta-feira (22),  muitos usuários do WhatsApp manifestaram insatisfação com a nova política de uso do mensageiro, que compartilhará seus dados com o Facebook a partir do próximo dia 25 de setembro.

Em uma enquete online com 2.463 pessoas, entre os dias 8 e 21 de setembro,  63,5% acreditam que os termos de uso do WhatsApp são injustos, pois, inicialmente, alegavam "proteger a privacidade" e não há a opção de escolher quais dados serão compartilhados com o Facebook.

Se você não quer que  suas informações do WhatsApp sejam compartilhadas no Facebook, pode desativar a integração até o dia 24 de setembro.

Se você optar por não fazer o compartilhamento de dados, não poderá reverter essa decisão depois.
Para usuários que criaram sua conta após 25 de agosto não há opção para impedir a troca de informações.
COMO DESATIVAR O COMPARTILHAMENTO DE DADOS
Abra o WhatsApp  toque nos três pontinhos para abrir o menu principal. Selecione “Configurações”.



Na tela de configurações, entre em “Conta”. Note que a opção “Compart. dados da conta” está marcada. Dê um toque na caixa de seleção para desmarcá-la.



Será aberta uma caixa de mensagem perguntando se você não deseja utilizar os dados da conta do WhatsApp no Facebook. Toque em “Não compartilhar” para confirmar a desativação.




Por fim, o WhatsApp exibirá uma mensagem informando que os dados da conta não serão usados pelo Facebook.

Compartilhamento de dados é controverso


Além de desagradar grande parte dos usuários, a mudança nos termos de uso suscitou dúvidas em relação à transparência do WhatsApp.
Isso porque diversas pessoas relataram ser comum conversar com alguém no mensageiro e logo em seguida o contato aparecer como sugestão no Facebook.


Isto pode ser um indício de que o compartilhamento de dados já está ocorrendo mesmo antes do prazo dado pela empresa, o que gera incerteza sobre se a escolha de desativar a integração será respeitada.

Vamos aguardar o próximo capítulo!

2016-08-28

O QUE É DNS?


que é dns Sabia que você poderia ser conectado a facebook.com e veja facebookcom na barra de endereços do seu navegador - enquanto na verdade não está conectado ao site verdadeiro do Facebook?

Para entender o porquê, você precisa saber um pouco sobre DNS. DNS está na base da rede mundial de computadores que usamos todos os dias.

Ele funciona de forma transparente em segundo plano, convertendo nomes de sites legíveis em endereços IP numéricos legíveis por computador.

DNS significa "sistema de nome de domínio." Os nomes de domínio são os endereços de sites legíveis que usamos todos os dias.

Por exemplo, o nome de domínio do Google é google.com. Se você quiser visitar o Google, você só precisa digitar o nome de domínio na barra de endereços do seu navegador web.

No entanto, o seu computador não entende onde é "google.com".
Nos bastidores, a Internet e outras redes utilizam endereços IP numéricos ( "Internet Protocol"). O Google está localizado no endereço de IP 173.194.73.147 na Internet. Se você digitar este número na barra de endereços do seu navegador, você vai para o site do Google.

Usamos o nome de domínio em vez de 173.194.73.147 porque endereços como google.com são mais significativos e mais fácil para se lembrar. 
Servidores DNS
Quando você digita um domínio na barra de endereços do seu navegador, o seu computador contacta o servidor DNS atual e pergunta o endereço IP associado a esse domínio.
O computador se conecta ao endereço IP e exibe a página inicial do Google no seu navegador web - a conexão com 173.194.73.147 acontece nos bastidores.

Os servidores DNS que você usa são provavelmente fornecido pelo provedor de serviços de Internet ( "ISP"). Se você está atrás de um roteador, o computador provavelmente  utiliza o roteador como servidor de DNS, mas o roteador é que encaminha solicitações para servidores DNS do seu provedor de serviços de Internet.

Assim que o computador tenha determinado o endereço IP associado a um nome de domínio, ele vai lembrar que, para um período de tempo - isto melhora a velocidade de conexão, ignorando a fase de solicitação de DNS. O computador só precisa se conectar ao Google, não o seu servidor DNS e, em seguida Google.
Preocupações com segurança
Alguns vírus e outros programas maliciosos podem alterar o servidor DNS padrão para um servidor DNS administrado por uma organização maliciosa ou scammer*. Este servidor DNS malicioso pode apontar sites populares para diferentes endereços IP, que podem ser executados por golpistas.
Nota: Em informática, Scammer é o responsável pelo ação de enviar / desenvolver Scams ou, como também são conhecidos, Phishing Scams. Diferentemente do SPAM, o SCAM vem com ideal de obter informações pessoais da vítima enquanto o SPAM em geral anuncia / tenta vender algo.
Por exemplo, quando você se digita facebook(.)com na barra de endereços, o servidor de DNS irá responder com o endereço IP real de servidores do Facebook.

No entanto, se o seu computador ou rede está apontado para um servidor DNS malicioso criado por um scammer, o servidor DNS malicioso poderia responder com um endereço de IP completamente diferente.

Desta forma, é possível que você poderia ver facebook(.)com na barra de endereços do seu navegador, mas você pode realmente não estar no Facebook real. Nos bastidores, o servidor DNS malicioso aponta você para um IP diferente.
Para evitar esse problema, garanta que você está executando um software antivírus. 

Você também deve prestar atenção para as mensagens de erro de certificado em sites criptografados (HTTPS). Por exemplo, se você tentar se conectar ao site do seu banco e ver uma mensagem de "Certificado inválido", isso pode ser um sinal de que você está usando um servidor DNS malicioso que está apontando para um site falso, que só está fingindo ser o seu banco.
Malware pode também usar arquivo hosts do seu computador para substituir o servidor de DNS e apontar determinados nomes de domínio (sites) em outros endereços IP.

Resumindo DNS: O processo começa quando você pede ao seu computador para resolve um nome de host, como visitar http://tutorialparacriarsites.com.br
Se o seu computador ainda não sabe a resposta, ele precisa realizar uma consulta DNS para descobrir.
Armado com a resposta, o servidor recursivo retorna o registro para o seu computador. O computador armazena o registro em seu cache, lê o endereço IP a partir do registro, em seguida, passa essas informações para seu browser. O navegador, em seguida, abre uma conexão com o servidor e recebe o website.

Todo esse processo, do início ao fim, leva apenas milissegundos para ser concluído.



CORRIGIR ERROS DE DADOS ESTRUTURADOS


corrigir erros dados estruturadosAo usarmos a Ferramenta de Dados Estruturados do Google para analisar as páginas do blog, é comum aparecerem alguns erros que precisam ser corrigidos.

Você sabe o que significa esses erros? porque é necessário corrigi-los? será que é mesmo necessário corrigi-los?

Vamos entender um pouco sobre esses microdados.

Olhe para isto: Telefone 9898 9898
É um número de telefone, certo? e como você sabe? poderia ser um número de qualquer outra coisa, mas está escrito a palavra telefone antes, então muda tudo.

E se eu colocar assim: 電話 ou assim телефон, ou ainda assim தொலைபேசி? 

Diante destas palavras a coisa fica mais complicada, certo? Estas três palavras também significam telefone, respectivamente em Japonês, Russo e Tâmil,mas a não ser que você conheça estas línguas fica difícil de entender.


É isto que acontece com os robôs de mecanismos de busca. Eles não falam nem entendem Português, Russo ou Japonês.

Eles se esforçam o tempo todo para “adivinhar” e classificar as informações que postamos na internet, mas no final das contas acaba sendo tudo na base do chute. Um chute baseado em cálculos matemáticos complexos, mas ainda assim um chute.

Para que todas as pessoas possam encontrar as informações facilmente na internet nós, desenvolvedores, precisamos dizer para os mecanismos de busca qual é o significado de um conteúdo. E podemos fazer isso através das tags propostas pelo (acho que você já adivinhou) schema.org!

É por isso que você deve fazer a correção destes erros. Para que os motores de busca possam encontrar e entender facilmente o conteúdo do seu site/blog.

Se você utilizar o padrão de Schema correto para cada tipo de informação, facilitará a leitura dos crawlers (robôs de busca) e consegue ainda criar o que chamamos de Rich Snippet (aqueles resultados do Google que tem rating de estrelas de review, por exemplo).

Aqui vai uma lista dos erros mais comuns encontrados no html de um site ou blog e como resolver. 

1-*A propriedade blogId não é reconhecida pelo Google para um objeto do tipo BlogPosting.

2-*A propriedade postId não é reconhecida pelo Google para um objeto do tipo BlogPosting.

3-*É obrigatório inserir um valor para o campo datePublished.

4-*É obrigatório inserir um valor para o campo headline (refere-se ao título do artigo).

5-*É obrigatório inserir um valor para o campo image.

6-*A propriedade image_url não é reconhecida pelo Google para um objeto do tipo BlogPosting.

Escrevi este artigo e estou compartilhando com você porque tive o mesmo problema e não sabia como resolver.
Achei na internet alguns códigos mas eles simplesmente não funcionavam ou os artigos não ensinavam realmente como usá-los.
Espero que seja útil para você. 
 Agradeço se compartilhar ou deixar um comentário caso este artigo tenha resolvido seu problema!
Corrigir  erro blogId e postId

COMO ESCOLHER UM NOME DE DOMÍNIO


como escolher nome de domínio
Nomear um site após registrar o seu domínio pode parecer óbvio para alguns de vocês, mas você vai se surpreender ao saber que nem todo site é nomeado após o nome de domínio, mesmo quando o webmaster possui esse nome de domínio.

A nomeação de um site depois de seu nome de domínio é importante, pela simples razão de que, quando as pessoas pensam do seu site, eles vão pensar nisso pelo nome. Se o seu nome é também o seu URL (ou seja, o endereço web), eles saberão automaticamente para onde ir.

Por exemplo, quando as pessoas pensam em 'criar sites' elas não têm que saber o endereço da web para digitar em seu navegador para chegar lá. O nome do site é também a URL.

Para entender melhor: veja que o nome deste site (Tutorial para Criar Sites)é igual a URL (http://www.tutorialparacriarsites.com.br/)

No mundo moderno da internet, onde as pessoas se voltam automaticamente para a Web para obter informações, vale a pena ter um nome de domínio que reflete o seu site ou negócio.

E se você não pode obter o nome de domínio de sua escolha? Ela realmente depende de como você está empenhado para um nome em particular.

Se você tem um nome de marca existente que você é conhecido, provavelmente você não quer largar esse nome só porque você não pode obter o nome de domínio.

Afinal de contas, você levou um monte de tempo e dinheiro para estabelecer esse nome. Se assim for, você pode simplesmente querer tentar comprar sobre o nome de domínio do proprietário atual.

Verifique se o "whois" lhe dá a informação sobre o domínio, e entre em contato com essa pessoa listada para ver se ela está disposta a vende-lo.

Note que nem sempre essa informação estará disponível, algumas pessoas preferem manter a privacidade e não divulgar sua propriedade sobre um site.

Os nomes de domínio podem ser de qualquer comprimento, de 2 até 26 caracteres.Você não tem que se contentar com um nome de domínio obscuro como 'tintas.com.br' quando o que você quer dizer é 'tudoemtintas.com.br'

Dito isto, parece haver alguma discordância sobre se um nome de domínio longo ou curto é melhor.

Alguns argumentam que os nomes de domínio mais curtos são mais fáceis de lembrar, mais fácil de escrever e muito menos suscetíveis a erros.

Outros argumentam que um nome de domínio mais longo  têm uma vantagem na medida em que se saem melhor em uma série de motores de busca.




É cada vez mais difícil de obter nomes de domínio curtos.
Muitas vezes, se você não pode obter o nome do domínio que você deseja, o nome de domínio do registro irá sugerir formas alternativas de o nome que você digitou. Por exemplo, se você quisesse tudoemtintas.com.br e já foi registrado, pode sugerir formas, como:

sotintas.com.br
luiztintas.com.br
reidastintas.com.br

O importante é que você pense muito bem e analise todos os possíveis nomes para seu domínio, ele será uma das chaves para o sucesso do seu site ou blog.

VOCÊ ESTÁ DESPERDIÇANDO TEMPO E ESFORÇO NO BLOGGER?


Melhor Blogger ou Wordpress
Milhares ou milhões de bloggers estão usando Blogger pelo Google hoje. E por que? Só por causa de sua facilidade? Oh não! Porque Blogger é gratuito.
WordPress também dá a mesma facilidade para seus usuários.

Não só a mesma, mas melhor facilidade que Blogger. Então por que não podemos escolher WordPress? Porque não é gratuito e um pouco caro também.
Veja que aqui estou me referindo ao Wordpress.org e não ao Wordpress.com .
Eu também estou usando o Blogger como plataforma de blogging. Você sabe por quê? Não? Eu vou te dizer: porque é fácil de utilizar, me dá hospedagem gratuita e número ilimitado de posts.
Hoje vou te dizer em que fase você deve deixar o Blogger para ganhar muito mais com menos tempo e esforço. Eu vi, até agora, milhares de blogs colocaram sobre "Qual é o melhor? WordPress ou Blogger? "
Eu digo que ambos são bons (Blogger e WordPress), se você souber usar da maneira certa.
Você está desperdiçando seus esforços no Blogger?
Se você estiver executando um blog em que você já postou mais de 100 artigos (posts), tem mais de 6 meses e recebendo tráfego de 200-400 page views por dia, então eu sugiro você fechar o blog e recriar um blog após o polimento de suas habilidades de escrita, formas de otimização off-page e otimização on-page.

Agora, como você está desperdiçando seus esforços? Desta vez, se o seu blog tem 100 artigos, tem mais de 6 meses, recebe muito tráfego (400-1000 page views / por dia) e têm um domínio próprio, você não precisa postar mais artigos em seu blog usando blogger. Você só precisa mover o seu blog para WordPress.org.

Depois de se mudar, instale bons plugins como SEO Yoast. Você sabe porque?Porque o Plugin Yoast fornece uma maneira fácil para fazer um melhor motor de pesquisa otimizada.

Assim, usando plugins WordPress, você pode facilmente aumentar o tráfego do seu blog mais rapidamente do que no Blogger. Isto é fato.
Porque no Blogger, é necessário fazer muita codificação para deixar o seu template otimizado.
Você está desperdiçando seu tempo no Blogger?
Se, seu blog foi criado há mais de 6 meses, está recebendo o tráfego bom, tem domínio personalizado, então você está apenas desperdiçando seu tempo no Blogger, porque você pode ganhar 2x mais rápido se você usar WordPress por causa de suas opções de SEO.


Um blog também podem crescer usando o Blogger se as habilidades de escrita de seu dono e o modo de blogar for realmente muito bom, aliado às técnicas de SEO.

Mas lembre que SEO não é tudo por trás do sucesso de um blog. Uma parte é SEO, segunda parte é de promoção e a terceira parte é mais importante, que é conteúdo. Conteúdo é rei.

CAMPO HEADLINE


Erro Campo Headline
É obrigatório inserir um valor para o campo headline.
Texto , necessário
Refere-se ao título do artigo. Não deve exceder 110 caracteres.

Sempre faça um backup completo do template antes de fazer qualquer modificação, pois se fizer algo errado, é possível recuperar o que existia antes.

Abra o template e no modo edição procure pelo código abaixo.
O código ('post-title entry-title') deve aparecer em dois lugares. É necessário fazer a modificação em ambos.
Procure por isto:


Apague name e substitua por headline.
O código ficará assim:

CAMPO DATEPUBLISHED


erro datePublished
É obrigatório inserir um valor para o campo datePublished.
Este é o erro mais fácil de corrigir pois não é necessário fazer nenhuma modificação no template.

A correção é feita acessando as próprias configurações do blog.

Clique em Configurações - Idioma e Formatação.

Você verá essa imagem:

corrigir erro datepublished

A modificação será no item 'Formato da data e hora'. Note que estará marcando somente a hora.
Modifique conforme mostra a imagem abaixo:

erro datepublished blogger

Clique em salvar modificações.

Feito isso, acesse a guia Layout e abra o widget Postagens do Blog.
Marque a opção como mostra a imagem abaixo:

corrigir erro datepublished

Refaça o teste na Ferramenta de Dados Estruturados. Se ainda der erro, volte para as configurações e teste outro formato, um deles dará certo.
Lembre-se, sempre faça uma cópia de seu template antes de fazer qualquer modificação.


Corrigir mais erros de Dados Estruturados.

ERRO IMAGE


erro campo image
É obrigatório inserir um valor para o campo image.

ImageObject , necessária
A imagem representativa do artigo. Apenas uma imagem marcada que pertence diretamente ao artigo deve ser especificado.
As imagens devem ser de pelo menos 696 pixels de largura.
As imagens devem estar no formato .jpg, .png ou. formato gif.
URLs de imagem deve ser rastreável e indexável .

Procure pelo código abaixo: (lembre-se que se você já corrigiu o erro 'image_url' o código estará 'itemprop='url' )



Por cima deste código copie:





Explicação:

Uma exceção é lançada quando uma imagem é incluída em um blogposting sem o invólucro schema.org/ImageObject. Em outras palavras, firstImageUrl examina o artigo do blog para a primeira imagem na página para uso com Rich Snippets para exibição em motores de busca e mídias sociais.

Voltar para corrigir mais erros.