BRIEFING: O QUE É E COMO FAZER

briefing
Um briefing (do inglês 'instruções') nada mais é do que um encontro ou entrevista com o cliente para compreender o que ele deseja e reunir informações para desenvolver o site adequadamente.

Através desta entrevista é que irá descobrir o que seu cliente quer. Um briefing bem feito evitará por exemplo, que você tenha que refazer o trabalho várias vezes por falta de informação ou planejamento.

Não existe um modelo padrão de briefing mas as informações que tem que ser coletadas de seu cliente são basicamente estas:

 O cliente possui ideia do que tem que ser feito ou vai deixar a seu critério?
Algumas pessoas ou empresas querem um site e na hora que você as questiona respondem: ah, sei lá faça do jeito que você achar melhor. Não cai nessa! Lá no final ele vai dizer que não gostou, que não era bem assim que ele queria; você terá que refazer tudo. Por isso deixe esse tópico bem claro.
 Qual o objetivo e o público alvo?
Saber o objetivo é importante para que você possa criar algo que o satisfaça e que atinja o público desejado. Fazer um site voltado para adolescentes por exemplo, é diferente do que criar um para uma empresa. O público alvo tem que ser bem definido, é impossível criar um site que atinja todas as classes e idades.
 Qual será o estilo do site?
Pergunte se ele tem uma visão sobre o estilo e visual que o site deverá ter. De repente ele visualiza algo bem conservador e clássico e você já pensa em um visual clean.

Tente adaptar o desejo dele com o proposta do site. Peça para te mostrar alguns designs parecidos com o estilo que ele quer, isso facilitará muito o seu processo de criação.
 Qual material ele já tem?
Se ele possuir fotos, imagens, panfletos, logos ou qualquer outro material promocional que queira usar no site, já será de grande ajuda para montar o visual.

Se ele não possuir nada, ofereça-se para confeccionar esse material (logo, imagem) sempre deixando claro que é um serviço cobrado à parte.
 Orçamento
Essa talvez seja a parte mais complicada e delicada de um briefing. Esteja preparado para uma resistência do cliente.
Quanto ao orçamento, é bom você perguntar quanto o cliente pode investir.

É claro que ele vai achar que se passar essa informação você poderá cobrar um preço excessivo ou o total que ele tem disponível.
Faça ele entender que com essa informação você pode elaborar um projeto dentro do limite que ele tem disponível sem pecar na qualidade do trabalho.

É aquela história de quanto cobrar por um site : de repente você estará cobrando o valor de uma Ferrari para quem pode pagar somente um carro popular, ou vice-versa.
 Prazo de entrega.
A maioria das pessoas não tem a mínima ideia de quanto tempo demora para criar um site de qualidade. Alguns acham que é só colocar as informações e uma imagens bonitinhas e está pronto. Com base nas informações do briefing você poderá dizer em quanto tempo o site ficará pronto.

Para quem entende de programação e design, e tem todo o material a ser usado no site em mãos, um site pode ficar pronto em poucos dias.

Para quem ainda se enrosca um pouco nos códigos e dependendo da complexidade do site o prazo pode variar até 30 dias ou mais.

Tudo vai do depende: depende do prazo que o cliente quer, depende do tempo que você dispõe, depende do atraso ou não da entrega do material que você vai usar (textos, imagens, logos).

Mas uma coisa é certa: NUNCA trabalhe com orçamento e prazo apertados. Com certeza isso irá interferir na qualidade do seu trabalho.
Converse com seu cliente sobre todos os tópicos acima, procure usar uma linguagem simples que ele entenda o que você está falando. Lembre-se que para ele códigos, linguagens e banco de dados não tem significado nenhum.

Faça isso mesmo que seja um para a criação de um site simples e pequeno. Isso demonstra profissionalismo e com certeza te garantirá novos clientes.

Leitura recomendada: